Home Defesa Civil alerta para onda de calor extremo em SC

Defesa Civil alerta para onda de calor extremo em SC

Órgão alerta para risco alto de desidratação, insolação e outras doenças por conta do calor

wh3

Última atualização: 2024/02/12 10:28:42

O calor intenso que atinge Santa Catarina há semanas pode se intensificar ainda mais até a próxima terça-feira (13). Por isso, a Defesa Civil alerta para risco alto para desidratação, insolação, agravamento de doenças cardiorrespiratórias e outros transtornos associados ao calor excessivo para as áreas que aparecem em laranja no mapa.

Para este domingo (11), as temperaturas máximas ficam na casa dos 36°C no Extremo Oeste, Oeste e Litoral Sul. No Meio-Oeste, Vale do Itajaí, Planalto Norte, Litoral Norte e Grande Florianópolis as máximas variam entre 31°C e 34°C.

Na segunda-feira (12), a onda de calor deve atingir seu pico no Extremo Oeste, Oeste e Litoral Sul, onde as máximas podem chegar até superar os 38°C em alguns municípios. Nestas regiões, a frente fria já deve chegar na terça (13) pela manhã, e a nebulosidade e chuva a ela associada fazem com que as temperaturas decaiam em relação à segunda (12), com máximas previstas entre 32°C e 34°C.

Na Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Litoral Norte, tanto a segunda quanto a terça serão dias de calor intenso. Na segunda, as máximas variam entre 36°C e 39°C, podendo chegar aos 40°C am alguns municípios do Médio Vale do Itajaí. Já na terça-feira, a massa de ar quente combinada à situação pré-frontal faz com que as temperaturas se elevem ainda mais nestas regiões, podendo superar os 40°C em cidades do Vale do Itajaí e do Litoral Norte.

 

Risco alto para áreas em vermelho e laranja

De acordo com a Defesa Civil, o risco é alto nas áreas em laranja (mapa acima) para desidratação, insolação, agravamento de doenças cardiorrespiratórias e outros transtornos associados ao calor excessivo. Nas áreas em amarelo o risco é moderado. 

 

Por isso, para evitar problemas de saúde, a secretaria do órgão de monitoramento recomenda que a população se mantenha hidratada e evite exposição solar nas horas mais quentes do dia.

Este padrão de calor deve ser quebado na quarta-feira (14) com a passagem de uma frente fria que vai se deslocar pelo mar mantendo uma maior cobertura de nuvens e trazendo condições para chuva, especialmente nas áreas do centro-leste do Estado.

deixe seu comentário

leia também