Home Município de Guaraciaba forma grupos de voluntários para auxiliar na recuperação do RS

Município de Guaraciaba forma grupos de voluntários para auxiliar na recuperação do RS

Primeiro município gaúcho que receberá equipes de Guaraciaba é Muçum, no Vale do Taquari

wh3

Última atualização: 2024/05/15 1:45:41

O Município de Guaraciaba/SC se mobiliza mais uma vez e forma grupos de pessoas voluntárias para auxiliar na recuperação de cidades do Rio Grande do Sul, castigadas por vendavais e enchentes históricas. O primeiro município gaúcho que vai receber as equipes de Guaraciaba é Muçum, que fica no Vale do Rio Taquari. A Lei de autoria do Poder Executivo que permite esta ação foi aprovada na sessão da Câmara de Vereadores, realizada nesta segunda-feira (13), às 18h.

Foto: Divulgação/Ascom Prefeitura

Os interessados em participar do grupo de voluntários podem se inscrever no Cras de Guaraciaba, onde também podem ser obtidas mais informações e inscrições pelo telefone/whats 9 89 06 2641. Sobre a solidariedade da população guaraciabense, o prefeito Vandecir Dorigon participou do programa Chamada Geral, da Rádio Raio de Luz FM, nesta terça-feira (14), às 12h, quando forneceu as explicações para participar das equipes que irão ao estado vizinho.

Foto: Divulgação/Ascom Prefeitura

O prefeito lembrou que a cidade de Muçum/RS, foi recentemente atingida por uma tragédia climática, que deixou muitas famílias necessitadas. Diante disso, a cidade de Guaraciaba/SC, em um gesto de solidariedade, está oferecendo ajuda humanitária para apoiar os afetados.

Além dos grupos de voluntários podem ser doados alimentos não perecíveis para saciar a fome, água potável para manter a hidratação e produtos de higiene para manter a saúde.

“Doe agora e ajude a fazer a diferença na vida das famílias afetadas em Muçum. Sua contribuição, por menor que seja, pode ajudar a aliviar o sofrimento e restaurar a esperança”, conclui Vandecir.

Em Guaraciaba os donativos podem ser entregues no CRAS, no horário das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h.

Os itens para uso nos abrigos, que são mais difícil de conseguir repor e mais urgentes são: café, erva-mate, achocolatado, carnes práticas como por exemplo a carne moída, sacos de lixo resistentes e grandes, shampoo, desodorantes, toalhas de banho, meias masculina e feminina, roupas íntimas masculina e feminina, entre outros produtos.

Foto: Divulgação/Ascom Prefeitura

deixe seu comentário

leia também