Home Rodovias de SC registram aumento de 33% no número de acidentes neste Natal

Rodovias de SC registram aumento de 33% no número de acidentes neste Natal

Dados apresentados pela PRF apontam crescimento no número de acidentes nas estradas catarinenses durante o feriado

NSC

Última atualização: 2023/12/27 4:40:55


Durante o período, 95 acidentes foram registrados em rodovias federais (Foto: PRF, Divulgação)

As operações especiais de Natal nas rodovias de Santa Catarina chegaram ao fim com 154 acidentes, um aumento de 33% em relação ao ano passado, quando foram registrados 116 sinistros. O número de vítimas fatais permanceu o mesmo de 2022: quatro, sendo dois na BR-101 e dois em vias estaduais.

O aumento no número de acidentes é puxado pela alta nas rodovias estaduais, ficalizadas pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv). Entre às 19h de sexta-feira (22) às 7h desta terça (26), foram registrados 59 acidentes, 18 a mais do que em 2022, quando esse número foi de 41.

Já as rodovias federais de Santa Catarina registraram o menor número de mortes em quatro anos durante o feriado de Natal. Entre os dias 23 e 25 de dezembro, ocorreram 95 acidentes — aumento de 4,4% ao comparar com a fiscalização do ano passado — com dois óbitos e 107 feridos.

Das quatro mortes, duas ocorreram na BR-101. A primeira foi no sábado (23) em Imbituba, no Sul de Santa Catarina, quando um motociclista morreu após colidir com um caminhão. Já a segunda foi registrada no domingo (24) em Araquari, no Norte catarinense, quando um homem foi atropelado por um carro.

Nas rodovias estaduais, um óbito ocorreu na noite de sexta, na SC-480, em Chapecó, quando um motoqueiro colidiu na traseira de um caminhão e morreu no local. O outro acidente fatal foi na SC-370, no domingo, em Gravatal, após um carro bater contra um caminhão durante uma ultrapassagem.

Diminuição de mortes

O número de vítimas fatais em rodovias federais tem caído no Estado nos últimos anos. Em 2020, três mortes foram registradas, quantidade que subiu para cinco em 2021. Porém, no ano passado, foram quatro óbitos nas rodovias federais.

O estado catarinense seguiu uma tendência diferente da registrada em todo o país. Isto porque, segundo o balanço divulgado pela PRF nesta terça-feira, 90 pessoas morreram nas rodovias federais brasileiras. Em 2022, foram 79 mortes.

A quantidade de feridos também aumentou neste ano, passando de 1.020, em 2022, para 1.030. Por fim, houve crescimento nos acidentes: foram 853 em 2022 e 891 em 2023, durante o período, nas rodovias federais brasileiras.

Mais de 2,5 mil veículos fiscalizados

De acordo com a PRF, durante o período, 2,5 mil veículos foram abordados e fiscalizados nas unidades catarinenses. Além disso, policiais flagraram centenas de condutas perigosas praticadas por motoristas nas rodovias do Estado.

Ao todo, 133 casos de embriaguez no volante ou recusa ao teste; 540 flagrantes de veículos em excesso de velocidade; 537 ultrapassagens proibidas ou em condições de risco; 301 motoristas ou passageiros sem cinto de segurança; 48 condutores manuseando celular; e 41 crianças sendo transportadas sem cadeirinha.

Sobre as cadeirinhas, o Corpo de Bombeiros Militar divulgou um comunicado a respeito da importância do uso do item de segurança. Além de evitar multas, o equipamento também protege as crianças do risco de lesões em caso de acidentes.

“Planeje sua viagem com antecedência, faça pausas para descanso, respeite os limites de velocidade e, acima de tudo, assegure-se de que todas as crianças estejam corretamente acomodadas em suas cadeirinhas. Ao celebrar a virada do ano, celebre também a vida com responsabilidade. A conscientização sobre o uso adequado das cadeirinhas de segurança não apenas protege nossos entes queridos, mas contribui para um trânsito mais seguro e responsável”, diz o texto.

Operação Ano Novo

Ainda de acordo com a PRF, a expectativa é de que o volume de veículos nas BRs de Santa Catarina aumente no sentido Litoral ao longo da semana. Isto porque é esperado um grande fluxo de turistas que vêm do interior catarinense, de estados como Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul, e de países vizinhos, como Argentina e Uruguai.

Por isso, a fiscalização será reforçada nos próximos dias e na sexta-feira (29) uma nova ação será feita nas estradas catarinenses: a Operação Ano Novo. Ela ocorre entre 0h de 29 de dezembro e 23h59min de 1º de janeiro de 2024.

deixe seu comentário

leia também